©
É estranho o que ta acontecendo porque você foi o cara que mais me pareceu perfeito entre todos os outros idiotas que apareceram antes de você, e agora eu choro -sim, chorei agora pouco- porque percebi que eu estava errada. Você foi o que mais me magoou, digo, o outros foram embora sem que o ato de partir findasse em algo completamente doloroso porque eu simplesmente soube que nao iriam mais voltar, já você insiste em me torturar com esse joguinho “vou partir e você vai sentir minha falta” e no final ou você nao ia embora ou ia e voltava uma semana depois com o rabo entre a pernas e surpreso por eu nao ter corrido atras - você bem sabe que só corro atras de um prato de comida boa. A gente sempre tentou ser essa coisa que mais parecia um medo de amar do que o amor propriamente dito e eu odiava quando você me dizia que não estava pronto porque nao sabia amar e que tudo fazia parte de uma conspiração do capeta feita para nós dois nos separarmos e aquele dia em que brigamos- pra variar- e te vi voltando pra casa dobrando a esquina da sua rua e me imaginei do seu lado como nunca havia me imaginado antes e isso me causa um aperto enorme no coração por não saber quando vou poder de fato voltar a dobrar aquela esquina novamente - no caso com você junto porque sozinha não faz sentido algum. Sabe porque eu acabo por te odiar tanto? Porque voce me fez pensar que você seria diferente dos outros. Você sempre me entendia, e eu percebia no seu olhar tudo o que você queria dizer, até mesmo quando eu falava demais e você comprimia os olhos com cara de cachorrinho sem dono querendo dizer “cala a boca sua chata, vai comprar um salgado pra mim comer”. Eu adorava essa tua carinha, e adorava tambem as suas teorias da conspiração e das suas anotações no final do caderno que nunca tiveram nexo mas que de certo modo faziam algum sentido. Depois daquela ultima briga nos não nos falamos e eu recebi um e-mail do carinha novo que eu conheci e juro que ate pensei que poderia rolar algo entre nós mas ele me chamou pelo nome da ex dele e isso acabou com o meu dia. Eu sempre tive esse meu lado menina que não sabe dizer o que ama mas aquele dia em que estava chovendo eu te dei a maior prova de amor indo te buscar de guarda chuva e te levando ate lá em casa porque era o meu aniverssário e você não iria se eu nao fizesse isso e eu fiz porque meu lado mulher dizia que era pra fazer e acabar com meu orgulho teórico do “eu sei viver bem sem você” mas você levou isso como um simples ato de obrigação e eu não falei nada quando vi você se achando o rei da festa, se sentido totalmente necessário. E só to tentando disfarçar essa vontade de dizer que te amo com chutes e ponta-pes e também com esse meu orgulho bobo que me impede de te ligar. Quem sabe se um dia você realmente estiver indo embora e eu realmente souber disso eu peça para que você fique porque meu coração estraçalhado ja nao agenta mais te ver partir. Por enquanto vou ficar com essa dúvida de quando você vai voltar. Se é que você volte.
Verbelejos (via verbolejos)
Eu cansei, cansei de mim mesma cara, cansei porque jurei 1 milhão de vezes que eu ia seguir em frente e não ia mais correr atras de você porque você é um cafajeste, babaca que não presta, mas não adiantou nada porque você pedia pra que eu voltasse e eu voltava, pedia pra que eu ficasse e eu ficava e isso vai continuar acontecendo porque o erro ta em mim e não em você. Por isso eu cansei cara. Eu sou o problema, sempre.
Mas tu sempre da um jeito de acabar com tudo.    (via verbolejos)
Falando sério. É bem melhor você parar com essas coisas de olhar para mim com olhos de promessas, depois sorrir como quem nada quer. Você não sabe, mas é que eu tenho cicatrizes que a vida fez. E tenho medo de fazer planos, de tentar e sofrer outra vez. Falando sério. Eu não queria ter você por um programa e apenas ser mais uma em sua cama, por uma noite apenas e nada mais. Falando sério. Entre nós dois tinha que haver mais sentimento. Não quero seu amor por um momento e ter a vida inteira para me arrepender.
Roberto Carlos.  (via verbolejos)
Sei o que falta e sei que não volta.
Caio Augusto Leite.   (via verbolejos)
Pode-se prometer atos, mas não sentimentos; pois estes são involuntários. Quem promete a alguém amá-lo sempre, ou sempre odiá-lo ou ser-lhe sempre fiel, promete algo que não está em seu poder; no entanto, pode prometer aqueles atos que normalmente são consequência do amor, do ódio, da fidelidade, mas também podem nascer de outros motivos: pois caminhos e motivos diversos conduzem a um ato. A promessa de sempre amar alguém significa, portanto: enquanto eu te amar, demonstrarei com atos o meu amor; se eu não mais te amar, continuarei praticando esses mesmos atos, ainda que por outros motivos: de modo que na cabeça de nossos semelhantes permanece a ilusão de que o amor é imutável e sempre o mesmo. — Portanto, prometemos a continuidade da aparência do amor quando, sem cegar a nós mesmos, juramos a alguém amor eterno.
Friedrich Nietzsche.     (via verbolejos)
Não estou feliz, nem triste. Não quero desistir, e nem estou motivado. Não estou com vontade de falar, nem de ficar calado. Não estou com sono, nem com vontade de ficar acordado. Nem medo, nem coragem. Só eu sei aonde me encaixo nesse meio termo, nem muito, nem pouco, a brisa que bate no rosto quando não se sente nem calor, nem frio. Não quero nada e quero o mundo inteiro ao mesmo tempo.
Sean Wilhelm.  (via verbolejos)
Você não precisa esperar o último dia do ano pra mudar sua vida. Nem o primeiro. Nem alguma hora em especial, data, ou ano. Você simplesmente precisa abrir seus olhos, se enxergar melhor. Começar uma faxina em seu coração, deixar pra trás o que não traz mais bem algum, deixe com você só o que faz você dormir em paz à noite. Não espere o mundo mudar, porque ele não vai, ele sempre foi e sempre será o mesmo, basta olhá-lo diferente e tudo se transforma. Tudo é lindo se você olhar melhor, tudo muda se você quiser, tudo é possível se você acreditar que é.
A culpa é mesmo das estrelas? (via verbolejos)
Mas amor, minha querida, não se pede.
Tati Bernardi.  (via verbolejos)